Como receber o auxílio merenda para beneficiários do Bolsa Família

0

O Programa Merenda em Casa do Estado de São Paulo (SP), disponibiliza desde a última quarta-feira (8), R$ 55 mensais para alunos da rede pública estadual em situação

Clica aqui Para baixar

vulnerável durante a suspensão das aulas. O benefício será repassado pelo App PicPay, aplicativo de pagamentos disponível para celulares Android e iPhone (iOS). Saiba como se cadastrar no PicPay para receber o benefício auxílio merenda do Estado de São Paulo.

Quem tem direito ao programa Merenda em Casa?

O programa Merenda em Casa pretende fornecer o benefício de R$ 55 por mês para alunos da rede pública estadual, para compensar a ausência da refeição da escola durante a suspensão das aulas devido ao isolamento social do coronavírus. Alunos que recebem Bolsa Família ou estão no Cadastro Único têm direito ao auxílio.

Os beneficiários devem morar no Estado de São Paulo e os jovens matriculados devem estar registrados no Cadastro Único. Não há limite de alunos por família. Dessa forma, é possível acumular benefícios diferentes. Ou seja, uma família que faz parte do Programa Renda Cidadã também pode receber o Merenda em Casa.

De acordo com o governo de São Paulo, a medida inclui 732 mil alunos, que receberão R$ 55 por mês. No grupo, há 113 mil jovens em situação de extrema pobreza registrados no Cadastro Único (CadÚnico). Estes receberão R$ 110 por mês.

Como receber o auxílio merenda no aplicativo PicPay

O PicPay vai liberar o benefício para contas dos CPFs indicados pelo governo paulista. Os responsáveis pelos estudantes precisam fazer o cadastro no aplicativo, onde também precisam inserir o nome e a data de nascimento, além de enviar uma selfie e a foto de um documento.

Após a validação do cadastro no aplicativo, o benefício deve cair automaticamente até o último dia do mês. Caso isso não aconteça, o estado recomenda buscar ajuda na seção “ajustes” do PicPay, ou ligar para o número 0800 025 8000.

Como um adulto pode ser responsável por mais de um aluno, o número de contas será menor que o de beneficiados. A fintech PicPay estima que o auxílio levará à criação de 500 mil contas. Dessa forma, elas poderão usar o valor para comprar em 2,5 milhões de estabelecimentos que usam seu QR code.

O auxílio será pago até o último dia útil de cada mês, valerá por dois meses e, de acordo com o governo do Estado de São Paulo, vai custar cerca de R$ 80 milhões. Esse valor poderá aumentar caso as escolas precisarem continuar fechadas por mais tempo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here