Connect with us

Barueri

Próximo mutirão de combate à dengue acontece dia 16 no Maria Helena e Parque Viana

Published

on

O mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti, está à solta. Por isso é preciso tomar muito cuidado para não ser mais uma vítima dele. Pensando na segurança da população barueriense, a Prefeitura criou o Grupo Emergencial de Ações de Combate à Dengue e outras Arboviroses (GEADE), unindo a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Serviços Municipais (SSM). Sendo assim, o trabalho em conjunto inclui a ação dos agentes do Departamento Técnico de Controle de Zoonoses, que visitam as casas, e dos funcionários do mutirão cata-cacareco e entulho da SSM nos mesmos bairros.

Os mutirões iniciaram no começo de março e continuam nos bairros de Barueri com o objetivo de diminuir e eliminar os criadouros do mosquito. A próxima ação de mutirão já está marcada e acontece no sábado, dia 16, das 8h às 16h, nos bairros do Jardim Maria Helena e Parque Viana, nos limites com o município de Carapicuíba, entre a avenida Bariloche e a rua das Pedras.

A Prefeitura pede que aqueles que tenham entulhos e inservíveis a serem descartados, os deixem empilhados na frente de suas residências no dia anterior à ação. Os agentes da SSM passarão logo cedo recolhendo todo esse material, que será descartado de forma segura e correta.

Nesse dia, 17 agentes de Controle e Prevenção às Endemias e seis agentes comunitários de Saúde realizarão o trabalho de bloqueios contra criadouros, com orientação sobre a importância da eliminação de focos do mosquito da dengue e as medidas de controle e cuidados. Já no sábado seguinte, dia 23 de março, das 9h às 11h, acontece o dia “D” de Combate à Dengue com o mutirão sendo realizado no limite do Parque dos Camargos, Vale do Sol, com o município de Jandira. Além do cata-cacareco e da visita dos agentes nas casas, haverá ainda caminhada e panfletagem nas ruas do bairro.

Como funciona o mutirão
A ação é norteada pelas notificações de casos positivos da doença encaminhados pela Vigilância Epidemiológica do município. Ao receber as notificações de casos, a Divisão Técnica de Controle de Vetores (DTCV), da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Barueri, traça um raio de 200 metros para realizar o trabalho de orientação sobre a doença, além de orientar sobre a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. Também é realizado o controle com uso de larvicida em locais que não representam risco à saúde das pessoas e dos animais, além do controle mecânico com a eliminação de água acumulada.

Os agentes utilizarão camiseta do combate à dengue e crachá de identificação. Além disso, haverá um líder de campo para apoio durante a ação. Dúvidas podem ser sanadas pelo telefone (11) 4198-5679 ou 4198-0424 de segunda a sexta feira das 8h às 17h. Caso o munícipe encontre focos do mosquito da dengue, deverá eliminá-lo, e se isso não for possível ou esteja fora de sua residência, poderá ligar para os telefones acima.

Próximas ações 
Os próximos mutirões acontecem nos dias descritos abaixo, mas o local ainda será definido de acordo com a situação epidemiológica do município:

  • 13/04/2024
  • 20/04/2024
  • 27/04/2024.

Elimine focos de dengue 
A ajuda da população é fundamental para acabar coma dengue, eliminando todo e qualquer recipiente com água parada. Os ovos do mosquito precisam de água para se desenvolverem, então é preciso agir antes deles eclodirem, mesmo porque esses ovos podem ficar no ambiente seco por até um ano até entrar em contato com a água que pode ser ofertada de forma voluntária (regas de plantas, lavagem de quintais e outras ações) ou involuntária (água de chuva). A orientação é:

  • Cobrir, furar, tampar e emborcar ou guardar em local protegido da chuva os recipientes que possam acumular água;
  • Guardar garrafas, pneus e outros objetos em locais cobertos ou descartar de forma correta;
  • Eliminar ou furar os pratinhos de vasos de plantas;
  • Lavar os comedouros e bebedouros de água dos animais com esponja e sabão para retirar os ovos presos nas laterais duas vezes por semana;
  • Respeitar o dia e hora de coleta do lixo. Deixe latinhas, potinhos e outros recipientes recicláveis em local coberto;
  • Tapar ou telar adequadamente caixas d’água, barris, tambores, tanques;
  • Limpar as calhas e lajes, fazer reparos ou manter as saídas de água desobstruídas sem folhagens e sujeiras;
  • Tampar os ralos, vasos sanitários e caixas de descarga em desuso;
  • Utilizar repelentes e colocar telas em janelas;

Procurar atendimento médico se tiver: dor nas articulações, dor no fundo dos olhos, febre alta, manchas vermelhas (nem sempre aparecem) e vômito.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *